“Abrir uma exceção abre brecha para outros princípios serem desrespeitados”, diz Procuradora Federal
Quinta-feira, 28 de abril de 2016

“Abrir uma exceção abre brecha para outros princípios serem desrespeitados”, diz Procuradora Federal

No Advocacia Pública desta semana Márcia Semer entrevista a Procuradora Federal e Diretora da APD – Advogadas e Advogados Públicos para a Democracia, Juliana Stábile, para discutir temas como reforma tributária, atuação da carreira em defesa dos povos indígenas, impeachment da presidenta da República e crise nos três poderes.

Sobre o último tema, falou, entre outras coisas, sobre a nota pública divulgada pela APD em favor da democracia. "Nenhum jurista, nenhuma dessas entidades voltadas para a Democracia, é contra a investigação de atos ilícitos. Muito pelo contrário. É interesse de que tudo seja investigado, julgado e os acusados sejam punidos. Mas acreditamos que a Constituição deve ser respeitada. O devido processo legal, o contraditório, o princípio da inocência devem ser respeitados. Se você abre uma exceção, dá brecha para outros princípios serem desrespeitados. E aí a exceção vira regra", disse.

Confira a entrevista na íntegra.

Quinta-feira, 28 de abril de 2016
COMPARTILHE

Tweet
Share
Google

APOIO

Apoiadores
Seja um apoiador

ANUNCIE

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 145 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

[email protected]
Av Paulista, 1776, 13º andar, Cerqueira César
São Paulo/SP