Entidades lamentam a morte do ministro Teori Zavascki
Quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Entidades lamentam a morte do ministro Teori Zavascki

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), morreu na tarde desta quinta-feira (19), na queda de um avião de pequeno porte em Paraty, no Rio de Janeiro. A aeronave, modelo um King Air C-90 pertencente à empresa proprietária da rede de hotéis Emiliano, tinha capacidade para oito ocupantes e levava quatro pessoas.

Teori nasceu em 15 de agosto de 1948, em Faxinal dos Guedes (SC). Era formado em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e mestre e doutor em Direito Processual Civil. Foi ministro do Supremo Tribunal de Justiça no período de 2003 a 2012.

Diversos juristas e entidades lamentaram a morte do ministro:

Roberto Veloso, presidente da Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil)

Os juízes federais brasileiros estão consternados com a prematura morte do ministro Teori Zavascki. O Supremo Tribunal Federal e o Brasil perdem um magistrado culto, sério, honesto e cumpridor de seus deveres. Diante das altas responsabilidades a ele atribuídas, em especial a condução dos processos da Lava Jato no STF, é imprescindível a investigação das circunstâncias nas quais ocorreu a queda do avião em que viajava”.

José Horácio Halfeld Rezende Ribeiro, presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo

Ser humano especial pela sua serenidade, elegância e discrição, o Ministro Teori foi um dos pilares da magistratura do País. Que o seu exemplo de espírito público possa continuar a iluminar o nosso necessitado Brasil.

Rodrigo Janot, Procurador-Geral da República

Para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, “é inegável e inquestionável a grande contribuição que o ministro Teori Zavascki deu ao Estado Democrático de Direito Brasileiro a partir de sua atuação como magistrado”. Janot ainda acredita que Teori “honrou o papel de magistrado, ao atuar de forma ética, isenta, discreta e extremamente técnica durante toda sua carreira”.

Ordem dos Advogados do Brasil

Teori teve uma trajetória profissional brilhante como advogado. Na magistratura, destacou-se por uma atuação firme, de irrestrito respeito à Constituição. Que a atuação discreta e serena do ministro Teori sirva de exemplo para aqueles que ocupam cargos públicos de tamanha relevância em nossa sociedade.

Jayme de Oliveira, presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros

“Homem de caráter e conhecimento jurídico indiscutíveis, Teori pontuou sua vida pela retidão de suas atitudes. Nos últimos anos, ensinou aos operadores do Direito e a todos que acompanhavam sua carreira na mais alta Corte do País a ser um exemplo de parcimônia e responsabilidade na atuação judicante.”

“Professor universitário e juiz federal de carreira, o magistrado Teori Zavascki desde 2012 exercia suas atividades como ministro do STF, sendo conhecido por sua discrição, mesmo na presidência de processos de grande repercussão. Sua morte repentina estarrece a todos.”

Carlos Eduardo Sobral, Presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal

“Sua contribuição para o enfrentamento da corrupção e do crime organizado no país é inestimável e, certamente, deixará importante legado para as próximas gerações de juristas brasileiros.”

Quinta-feira, 19 de janeiro de 2017
COMPARTILHE

Tweet
Share
Google

APOIO

Apoiadores
Seja um apoiador

ANUNCIE

Aproximadamente 1.5 milhões de visualizações mensais e mais de 145 mil curtidas no Facebook.

CONTATO

[email protected]
Av Paulista, 1776, 13º andar, Cerqueira César
São Paulo/SP